Ynternix

Proteção na internet: o que vale e o que não é necessário

Segurança virtual: o que caiu em desuso e o que está em alta.

0 1.527
0
Vote neste artigo!
Firewall
Firewall - Proteja seu computador com um bom antivírus

A popularização da internet, a consumerização, o uso massivo das redes sociais e de cloud computing (Computação em nuvem) fez crescer a vulnerabilidade e a preocupação com a segurança, sobretudo a corporativa.

Imagem 1 de 111 de out de 2012
Computação em nuvem

O número de informações, dados e documentos sigilosos compartilhados na web é imenso, assim como as ameaças que se multiplicam e fortalecem a cada dia. Isso faz com que os responsáveis por áreas de risco relacionadas à segurança da informação constantemente reavaliem suas posturas e abordagens para proteção virtual. Recomendamos que você leia os seguintes artigos:

Muitas são as ameaças: vírus, hackers, crackers, isso citando apenas as mais conhecidas. E para enfrentá-las, ferramentas são criadas e atualizadas o tempo todo. Em constante evolução, algumas não acompanham e acabam se tornando obsoletas. Por isso, é sempre válido consultar e se manter atualizado sobre as dicas de proteção.

Dentre as ferramentas que estão em baixa, é possível destacar as seguintes:

  • Controle de acesso da rede. Conhecidas como (Network Access Control) ou simplesmente como NAC, este conjunto de tecnologias tem abordagens difíceis de implantar, gerir e integrar. Por isso, estão sendo substituídas por tecnologias que otimizam o gerenciamento da segurança em diversos níveis;
  • Gestão unificada de ameaça. Os sistemas de gestão unificada ainda são os mais presentes em pequenas empresas. No entanto, deverão ser substituídos por gateways de segurança integrados a firewall e capacidade de detectar intrusos;
  • Firewall tradicional. Este é um processo natural e, segundo especialistas, nos próximos cinco anos, novas alterações e mudanças para se adaptar a ameaças mais recentes darão uma nova identidade ao firewall.
Imagem 2 de 111 de out de 2012
Firewall - Proteção na internet

Assim como há tecnologias em declínio, outras ascendem. As principais apostas para os próximos anos, assim como dicas de proteção, estão listadas abaixo:

  • Criptografia de rede. A criptografia já é uma realidade. Nos próximos anos, além de permanecer, se firmará como modo mais rigoroso para proteger dados corporativos confidenciais;
  • Ferramentas de auditoria. Em resposta às invasões e violações de segurança, em função do atual ambiente de regulatório que apresenta muitas falhas, crescerá o número de ferramentas de configuração de auditoria;
  • Mitigação de ataques DDoS. Como o uso desses ataques cresceu significativamente, vide seu uso por ciberativistas como os “Anonymous”, muitas soluções foram desenvolvidas para combater os ataques e diminuir suas consequências.
  • Análise de malware. Para um maior controle das ameaças, faz-se necessário uma pesquisa detalhada de diferentes ataques, para que novas soluções de segurança sejam encontradas. Por isso, a aposta é que outras empresas, a exemplo do que já faz a Bitdefender Antivírus, passem a investigar mais para evitar problemas e acabar com as vulnerabilidades dos sistemas.

O mais importante tanto para usuário corporativo e doméstico é saber que a proteção na internet é essencial. E que seus dados uma vez na web estão vulneráveis, por isso é preciso investir em segurança.

O que achou do artigo? Comente!

Se existem dúvidas sobre o assunto do artigo que acabou de ler, deixe seu comentário para que possamos responder o mais breve possível, assim como qualquer acréscimo de informação, agradecimento, crítica ou ponto de vista sobre o tema.